5 Curiosidades sobre cachorro

curiosidades sobre cachorros

Oi Pessoal! Meu nome é Riane sou adestradora da Cão e Equilíbrio e mamãe de 06 peludinhos lindos. Neste post vou te contar 5 curiosidades sobre cachorro, está curioso? Continua lendo para descobrir!

Curiosidades sobre cachorros

Muitas vezes vemos nossos cães fazendo coisas que parecem manias ou travessuras. Contudo, estas curiosidades sobre cachorro podem nos revelar que ele precisa de ajuda, um possível problema de sáude ou carência e servir de alerta para atendermos melhor as necessidades caninas. 

Cachorro sonha?

Uma das curiosidades sobre cachorro que não quer calar é: CACHORRO SONHA? Vira e mexe alguém me faz essa pergunta e a verdade é que de acordo com os estudos do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, a resposta é clara: sim, os cachorros sonham! Isso porque, assim como ocorre com os humanos e outros animais, o cérebro dos cães também mantém a atividade durante o sono, o que possibilita que os nossos amigos sonhem durante à noite.

Os cachorros possuem três estágios enquanto estão dormindo:

  • NREM: movimento não-rápido dos olhos;
  • REM: movimento rápido dos olhos;
  • SWS: sono de onda lenta, estágio onde o cão geralmente respira profundamente.

O estágio REM é o estágio responsável pelas contrações musculares, como mexer o pé ou a patinha, latir ou falar. E isso acontece devido ao estágio de sono muito profundo, onde é associado a movimentos cotidianos como correr, pular, latir. Seu cãozinho pode começar a sonhar ou ter pesadelo a partir de 20 minutos de sono, que é quando atinge o estágio REM descrito acima. E neste momento você jamais deve acordá-lo bruscamente, certo? Lembre-se seu cão pode estar tendo um pesadelo e com isso acordá-lo assustando pode não ser a melhor ideia se você não deseja ser mordido. Então aguarde ele acordar e só depois o carinho está liberado.

Por que o cachorro uiva?

Não é muito incomum um tutor dizer que seu cão uiva ou já uivou em algum momento na vida e ao redor desse “hábito” existe inclusive lendas urbanas que dizem que cães uivam apenas em época de lua cheia ou que quando um cão uiva significa que alguém está prestes a morrer. Porém isso não passa de uma crendice e não existe nenhuma comprovação científica. Contudo, o que todos sabemos é que nossos cães herdaram esse hábito dos seus ancestrais que utilizavam o uivo como um meio de comunicação entre a alcatéia ou para espantar intrusos. Inclusive, o uivo de um lobo ou de uma raposa pode atingir mais de 90 decibéis. Mas existem alguns motivos que podem levar um cachorro a uivar e são eles:

  • Cadelas no cio;
  • Ansiedade por separação
  • Chamar atenção dos  tutores;
  • Porque está com dor;
  • Raças como husky ou malamute uivam com maior frequência. Isso porque são cães com cruzas diretas dos lobos.

Sempre que um cão uivar é importante averiguar o motivo, nunca é à toa. Recomendo consultar um veterinário para avaliar a saúde, excluir possíveis dores ou doenças. Caso contrário podemos avaliar se pode ser algo hormonal como fêmeas no cio, neste caso ele deve parar de uivar nos próximos 20 dias. Ou comportamentais como ansiedade por separação ou chamar atenção e sendo comportamental você deve observar a rotina do seu cãozinho: você está mesmo preenchendo com tudo o que ele necessita?

Cães que uivam por falta de atenção ou por ansiedade devem ter em sua rotina enriquecimento ambiental. Isso porque a prática vai associar a falta do tutor com algo positivoe relaxante, esse processo de associação não é do dia para a noite, exige consistência, dedicação e paciência, pois deve ser feito de modo gradativo, dentro da linha de tolerância do cachorro.

Por que o cachorro lambe as patas?

Vocês já viram um cachorro deitado todo relaxado lambendo as patas despreocupado? Pois bem, esta é uma das curiosidades sobre cachorro que deve ligar um sinal de alerta para o tutor responsável! Essa cena é algo tão frequente que para alguns tutores se tornou algo normal. Mas eu posso afirmar que lamber as patas em excesso não é um hábito saudável e quase sempre é um alerta de que devemos nos preocupar:

  • Pode indicar que seu cão está muito ansioso ou estressado. Isso porque lamber trás sensação de conforto para os cães.
  • Pode indicar uma lesão na pele, lamber também é uma forma de coçar ou aliviar desconforto.
  • Pode indicar dor ou desconforto na parte óssea da pata;
  • Seu cão pode estar fazendo isso. porque fez uma vez e você chamou a atenção dele reforçando esse comportamento com sua atenção.
  • Lambedura por calor ou frio, os cães possuem glândulas sudoríparas nos coxins (almofadinhas). E essas glândulas são responsáveis por regular a temperatura e também produzir um componente odorífico responsável por produzir um cheiro característico (cheiro que os cães usam para marcar território). Então, dependendo da temperatura excessiva esse suor em conjunto com odor pode acabar formando cristais causando um forte incômodo nas patinhas dos nossos cães. Por isso cães da neve costumam ter menos glândulas nos coxins, ao longo do tempo foi-se selecionando espécies geneticamente com menor quantidade de glândulas para diminuir o desconforto devido a baixa temperatura de onde vivem.

Depois de observar se a causa é fisiológica ou comportamental podemos correr atrás do “prejuízo”. Então, leve seu cachorro ao veterinário para que ele possa fazer uma avaliação. Mas se nada estiver errado com as patinhas do seu amigão é hora de partir para a parte comportamental e entender que provavelmente seu cãozinho está ficando entediado demais, que tal dar uma caprichada no passeio, trocar os brinquedos por novos e reforçar o enriquecimento ambiental?

Por que cachorro come fezes?

Um hábito que incomoda muito os tutores é o hábito de coprofagia, e afinal de contas porque cachorro come fezes?:

  • Fome: As fezes não são repugnantes para os cães, muito pelo contrário. Às vezes elas podem ser bem nutritivas. 
  • Deficiência nutricional: A carência nutritiva no cachorro pode fazer com que ele busque nutrientes nas fezes de outras espécies ou outros cães.
  • Deficiência de enzimas digestivas e pancreáticas: Nestes casos, o fornecimento adequado das enzimas que faltam ao animal já pode resolver o problema.
  • Má digestão: A ingestão exagerada de alimentos pode fazer com que não sejam digeridos de maneira correta. Com isso, o cocô cheio de alimentos pode se tornar atraente.
  • Vermes: A presença de vermes pode levar o cão a uma deficiência nutricional, desencadeando a coprofagia, um ciclo infinito de contaminação. Para isso, consumir o Suplemento Nutricional Pet pode eliminar os vermes.
  • Recém-nascidos: Cadelas que acabaram de dar cria tendem a se alimentar das fezes dos filhotes para manter o ninho limpo e se protegerem de possíveis predadores.
  • Tédio, ansiedade e estresse: Essas  emoções podem contribuir para o aparecimento de uma série de comportamentos inadequados nos cães, incluindo a coprofagia. Por isso cães que ficam presos ou sozinhos durante muito tempo tendem a desenvolver o problema.
  • Falta de atenção dos tutores: O animal pode comer as próprias fezes para chamar a atenção da família.
  • Punição:  Quando o cachorro defeca em local errado e é punido por isso, pode acabar comendo seu cocô para esconder o ‘erro’. 
  • Distribuição errada de espaço para o animal: Manter muito próximos os locais em que o cachorro dorme, se alimenta e faz suas necessidades pode levar a este tipo de comportamento;
  • Genética: Existem estudos que comprovam que filhotes de pais com hábitos de coprofagia têm maior chance de desenvolver o mesmo comportamento.

Porque os cachorros enterram as coisas

Você já pegou seu cão tentando enterrar um brinquedo ou um ossinho no seu sofá? Se sim, deve ter tomado um susto enorme e brigado com ele mandando descer dali não é mesmo? Esta é uma das curiosidades sobre cachorro, mas o que muitas pessoas não têm a menor noção é de que para os cães enterrar objetos que são valiosos para eles é algo natural e instintivo. Os ancestrais dos nossos cães, os lobos, costumavam enterrar o que restava da caça para que não passassem fome em épocas de pouca caça.

Um outro fator que pode ser um motivo para seu cão enterrar as coisas é o tédio. Isso porque enterrar como parte do processo de caça é uma atividade que alivia a ansiedade, estresse e serve inclusive como enriquecimento ambiental. Então se seu cão se sentir entediado ele pode passar a cavar longos buracos no seu jardim e enterrar objetos para encontrá-los posteriormente. 

Uma alternativa bem bacana para cães que já possuem o hábito de cavar jardins, camas e sofás é oferecer um local onde ele se sinta seguro para exercer esse comportamento como por exemplo uma bacia com feno ou bolinhas de piscina de bolinha, uma caixa de areia própria para isso.Lembre-se de reforçar seu cãozinho sempre que você ver que ele está cavando o local preparado em vez de locais inadequados. Pois com o tempo ele passará a entender que deve fazer isso ali e não em outros locais indevidos. 

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre essas curiosidades sobre cachorros um tanto inusitadas? Qual desses hábitos seu cãozinho tem ou já teve? O que você fez para mudar esse comportamento ou aperfeiçoá-lo? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *