Parvovirose, o que é isso, quais sintomas, tem cura?

parvovirose

Se você tem um cachorro em casa, provavelmente já ouviu falar sobre a parvovirose. Ela é sem dúvida uma das doenças mais perigosas para os cães e geralmente afeta filhotes. Porém, os adultos também podem ficar doentes. Mas é boa notícia é que a parvovirose é uma doença de fácil prevenção, embora  muitos tutores não saibam como prevenir. Quer saber mais sobre a parvovirose? Acompanhe este post.

Parvovirose o que é isso?

Ela é uma doença viral causada pelo parvovírus canino. Acomete mais os cães filhotes e adultos não vacinados e/ou debilitados. O vírus tem como alvo o intestino, causando uma enterite, que faz com que o pet não consiga absorver nutrientes. Sendo assim o cão pode vir a óbito por conta da perda de líquidos, nutrientes e sangue. Porém, a parvovirose pode acometer o coração do filhote causando uma miocardite aguda levando o pet a óbito também.

Acompanhe para saber mais sobre o porque o pet pode vir a óbito com a parvovirose conhecendo melhor os seus sintomas.

Parvovirose: sintomas

A parvovirose é um vírus com uma taxa altíssima de contágio. Isso porque além de sobreviver por 6 meses no ambiente, o tutor pode acabar levando para casa ao entrar com o sapato no quintal. Sendo que uma vez que o pet está contaminado, dificilmente você conseguirá eliminar do ambiente, caso tenha jardins você precisará retirar tudo e recomeçar do zero. Até mesmo o pneu do carro pode ser um meio de contágio para o seu pet! Por isso tome todo o cuidado e precaução com seu melhor amigo.

Fique sempre muito atento aos sintomas da parvovirose, lembrando que os primeiros sintomas demoram entre uma a duas semanas. Porém, antes dos sintomas o pet já está eliminando o vírus pelas fezes e secreções.

Os principais sintomas da parvovirose são:

  • Apatia
  • Falta de apetite
  • Diarréia com odor forte e diferente sendo que pode ou não ter sangue
  • Perda de peso
  • Vômito
  • Febre
  • Fraqueza
  • Mucosas pálidas

Estes são os principais sintomas, lembrando que o pet pode não ter todos. É uma doença que possui cura, mas, se não tratada adequadamente no início, o pet pode vir a óbito rapidamente. Por isso é importante estar atento ao seu pet, qualquer sintoma diferente corra para um veterinário para que o tratamento seja realizado o mais breve possível. Atenção aos filhotes pois pode haver uma inflamação no coração e levar a morte súbita.

Parvovirose tratamento

Não existe um medicamento específico para a parvovirose, por conta disso o veterinário realiza um tratamento em cima dos sintomas que o pet apresenta. O principal é fortalecer o pet e deixar com que o organismo combata o vírus. É uma doença que possui uma taxa de letalidade alta. Pode ser que seu amigo precise ficar internado para um combate mais eficiente. O seu veterinário de confiança lhe indicará o melhor tratamento. 

Normalmente como se combatem os sintomas os cães acabam tomando soro, vitaminas, entrando em uma dieta especial e fazendo o uso de medicamentos para prevenção do vômito.A internação varia de acordo com o estado do pet, mas, pelo menos 7 dias ele ficará em acompanhamento com o veterinário em tempo integral. 

Parvovirose tem cura?

Sim, a parvovirose tem cura! Porém, é necessário que se comece o tratamento o mais rápido possível, para que as chances do pet de sobreviver aumentem. Conforme a doença evolui, o sistema imunológico do cachorro fica mais acometido, tendo uma maior dificuldade na hora do combate. Procure sempre manter seu pet com imunidade alta para evitar que ele se contamine. Você sabe se seu pet está com imunidade baixa? Fizemos uma entrevista com a Dra. Mariana Teixeira, clique aqui e acesse esta entrevista. 

Prevenção: parvovirose

O melhor método de prevenção à parvovirose é sem dúvidas a vacinação! Evite sair de casa com seu pet antes de completar o protocolo vacinal e sempre realize a limpeza das superfícies que o pet terá contato. Se você possui um filhote, é adequado mantê-lo com uma dieta balanceada e vacina em dia, proteção contra vermes com o Pó de Neem e visitar seu veterinário frequentemente. A vacina produz uma eficácia boa, porém, não é 100%. Procure sempre vacinar seu pet até os 4 meses de vida. Se for possível que o veterinário vá até a sua casa, melhor, pois evita o risco dele contrair alguma doença no caminho ou até mesmo na clínica.

Lembre-se: as vacinas precisam ser repetidas todo o ano. As vacinas que são obrigatórias no Brasil são a V10 (polivalente) e a raiva. Procure sempre um profissional de confiança que aplique a vacina de forma correta. Além disso, siga cuidados pata aumentar a imunidade do pet, como oferecer o Suplemento Nutricional de Neem que auxilia a formação de células de defesa, age como antiviral, antibacteriano, fungicida, entre outros vários benefícios. Você pode conhecer melhor clicando aqui

Clique aqui e tenha acesso ao Manual de vacina para cachorro.

Você já conhecia a parvovirose? Compartilhe este post com aquele seu amigo que acabou de pegar um filhote, para que ele também saiba os cuidados necessários que ele precisa ter com seu pet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *