Dicas para Adestrar Cachorro

Dicas para adestrar cachorros

Oi pessoal! Meu nome é Riane sou adestradora da @caoeequilibrio e mamãe de 6 peludos lindos. Quero conversar com vocês hoje sobre dicas para adestrar cachorro, um assunto que modéstia a parte eu adoro. Afinal, não tem nada mais gostoso que ver nossos pets aprendendo algo novo, mudando um comportamento que não gostamos, melhorando algo que já sabem, não é mesmo? Se você é desses tutores que entende que os cães nascem, crescem e morrem aprendendo, vem comigo nessa imersão em comportamento canino.

Adestramento Positivo

Muito se ouve falar hoje em dia sobre adestramento positivo. Especialmente nesses últimos anos onde a rotina das famílias é extremamente corrida e já não se tem tanto tempo quanto antigamente. E infelizmente nossos pets acabam sofrendo as consequências disso, o que leva a comportamentos indesejados.

O que as pessoas não se dão conta é que, independente do cão já ter um problema instalado, o adestramento é algo extremamente necessário para TODO pet assim que chega na família. Adestramento não é apenas comandos, o adestramento positivo visa a comunicação do tutor e do cão e quando trabalhamos de modo antecipatório os resultados são ainda melhores. Imagine que o comportamento canino é como se fosse uma cebola, cada dia que passa aumentam camadas e fica mais difícil atingir a raiz do problema.

Quando trabalhamos o comportamento do pet com o adestramento positivo fazemos um treino baseado no bem estar daquele indivíduo, usando técnicas livres de recursos punitivos. Ou seja, qualquer situação que possa causar um desconforto emocional ou físico no pet fica longe do adestramento positivo.

Foi-se o tempo que para ensinar nossos cães precisávamos utilizar coleiras de choque, enforcadores ou caixinha com moedas, por exemplo. Hoje conseguimos modificar comportamentos trabalhando no tempo do cãozinho, reforçando comportamentos que desejamos manter e direcionando comportamentos que desejamos extinguir. 

Comunicação Canina

Você sabia que os cães se comunicam conosco e com tudo ao seu redor mesmo sem saber falar como nós? Existe o que chamamos de linguagem corporal e esse é o primeiro passo para quem deseja adestrar seu cão. Lembrem-se comunicação é uma via de mão dupla. Os cães emitem o que chamamos de calming signals, ou seja, sinais que indicam que estão desconfortáveis, ansiosos ou estressados. Alguns dos principais sinais que podemos perceber são:

  1. Lamber o próprio focinho (indica ansiedade ou desconforto)
  2. Se chacoalhar (aliviar a tensão)
  3. Virar a cara (não deseja aproximação)
  4. Levantar uma das patas dianteiras (dúvida, insegurança)
  5. Bocejar (está tentando se controlar, contar até 10)

Quando o cão aprende a morder…

E aqui já temos uma das dicas para adestrar cachorro: É importante que tenhamos consciência de que quando nossos cães emitem esses sinais devemos nos afastar ou retirá-los dessa situação. Depois é importante treinar esse gatilho em outro momento de modo gradativo, associando a algo positivo.

Afinal eles estão sentindo-se desconfortáveis e mantê-los nessa situação fará com que o comportamento escalone para um que seja mais claro, normalmente nessa ordem conforme não for sendo “ouvido” :

  1. Virar a cabeça, desviar o olhar
  2. Virar o corpo, sentar, dar a pata
  3. Recuar, afastar-se da situação
  4. Agachar-se, orelhas para trás
  5. Cauda entre as patas
  6. Deitar-se
  7. Corpo tenso, olhar fixo
  8. Rosnar
  9. Abocanhar
  10. Morder

Normalmente os tutores forçam seus cães até o limite onde ele escalona para a mordida. E é nesse momento em que o cão é afastado do que está gerando estresse ensinando a ele que a melhor comunicação para afastar o que está causando medo e desconforto é a linguagem agressiva, reforçando assim esse comportamento. 

Então, o que seu cão irá fazer quando ele se sentir desconfortável? Irá focar no que realmente funciona, rosnar e morder. Pronto seu cão aprendeu que morder funciona e a culpa foi do reforço que aprendeu com a atitude humana. Por isso é tão importante ter um adestramento positivo e aprender a linguagem canina para que o reforço positivo errado aos sinais do pet não sejam aplicados.

Clicker para Adestramento

Outra dica para adestrar cachorro é o clicker! Esta é uma ótima ferramenta para o treino no adestramento positivo, pois fazemos o uso desse mecanismo como um marcador de comportamento correto. Entenda que os cães são animais associativos. Então, seu modo de aprendizado baseia-se em um evento x + consequência positiva ou negativa = associação positiva ou negativa.

Quando iniciamos o treinamento de qualquer pet começamos a carregar o nosso clicker. Mas o que é isso? Bem, basicamente significa apertar o botãozinho e após ouvir o barulho entregar o petisco e repetiremos esse processo até que o cão, ao ouvir o som, olhe para nós procurando a recompensa. Assim sabemos que ele associou que logo após ouvir aquele barulho receberá uma recompensa.

Agora podemos marcar todo comportamento que desejamos que seja repetido ou que seja positivo para o nosso cãozinho. Além do clicker, poderíamos usar um marcador emocional como o: parabéns! Muito bem! Bom garoto! Mas o clicker funciona muito melhor e por isso costuma ser uma das primeiras dicas para adestrar cachorro que ensino. Afinal temos o que chamamos de consistência (o barulho é sempre igual).
Em quais momentos podemos fazer o uso do clicker?

  1. Para treinar comandos simples como senta, pata, deita;
  2. Para ensinar nosso cão a não puxar. Por exemplo, podemos marcar quando a guia fica frouxa;
  3. Cães reativos, podemos nos afastar do estímulo e ir marcando quando nosso cão olha para o estímulo sem reagir. E então, podemos ir aproximando gradativamente;
  4. Para ensinar xixi no local correto.

10 Dicas para adestrar cachorro

Ok Riane, já entendemos toda a teoria de como devemos começar a entender nossos cães para poder adestra-los. Mas e a prática? Adestrar um cão é algo bastante extenso e abrangente. Porém, posso trazer 10 dicas que podem ajudar vocês a começarem a adestrar cachorro:

  1. Escolha uma recompensa de alto valor. Então pode ser comida, brinquedo, carinho, quem vai ditar o valor é o seu cãozinho,pois precisa ser algo que ele mais goste e que você possa usar com frequência.
  2. Carregue o clicker como ensinado acima e reforce os comportamentos positivos;
  3. Comece com comandos básicos como senta, pata e deita. Então, dificulte aos poucos.
  4. Para ensinar o comando senta basta pegar o petisco de alto valor, colocar próximo ao focinho do cão e levantar a mão para que ele tente seguir com o focinho olhando para cima e quase para trás, sentando. Assim que ele sentar, clique e recompense.
  5. Antecipe os comportamentos, não deixe seu cão cair no erro para puni-lo propositalmente.
  6. Comportamentos recompensados se repetem e não recompensados se extinguem. As vezes dependendo do que o cão espera ele pode se auto recompensar. Por exemplo, quando ele está apertado para fazer xixi e acaba fazendo no seu tapete, o alívio é a recompensa. Portanto, preste atenção!
  7. Para ensinar seu cão a dar a pata basta colocar o petisco na mão, fechar e colocar logo abaixo do focinho do seu cãozinho. Nesse momento, ele deve farejar o petisco, mas não vai conseguir vê-lo. Então irá instintivamente bater na sua mão. Assim que ele bater a pata, clique e recompense.
  8. Quando for treinar seu cão procure fazê-lo antes dos momentos de refeição. Assim,  provavelmente ele se interessará mais pelo que você está a oferecer.
  9. Trabalhe comportamentos que você possa usar no dia a dia, isso facilita o treino diário e seu cão passará a aprender mais rapidamente. Por exemplo, o comando “Fica”, que pode ser usado para você passar nas portas antes dele ou abrir o portão. Inclusive, é um comando importante para que ele não saia correndo antes do passeio entre outras situações;
  10. Por fim, minha última dica para adestrar cachorro é sobre passeio! Isso porque cães que puxam não precisam de enforcador. Na verdade, eles precisam apenas de paciência, peitoral anti puxão e que o tutor pare nos momentos em que a guia tencionar, só volte a andar quando a guia ficar frouxa novamente, outra dica “plus” é usar o clicker para marcar toda vez que a guia estiver leve e frouxa, recompensando com continuar o passeio.

E então, gostou dessas dicas para adestrar cachorro? Seu cão já fez alguma aula de adestramento? Me conta se foi feito pelo adestramento positivo e o que seu pet aprendeu.

One thought on “Dicas para Adestrar Cachorro

  1. Rivana says:

    Adorei todas as dicas!
    A forma que tudo foi explicado está muito claro, direto, simples e ao mesmo tempo rico em detalhes!
    Ficarei de olho nas próximas dicas.
    Parabéns 🥰

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *