Cachorro pega coronavírus?

O estado de alerta e cuidados que dominou o mundo nos últimos 2 meses, devido a pandemia de coronavirus, também trouxe dúvidas, incertezas e medo que afeta inclusive nossos pets. Mas será que nosso gatinho ou cachorro pega coronavírus e pode nos transmitir?

A Total Neem é uma empresa focada em saúde, bem-estar e nosso Suplemento Nutricional Pet tem como um dos benefícios entregar boa imunidade aos nossos pets. Por isso, é nosso dever também orientar os nossos clientes e público leitor sobre o que já se sabe a respeito da saúde dos nossos pets perante a pandemia de covid19. Então convidamos você para ler até o final desse post, compartilhar com todos os amigos e familiares que têm pet, para criarmos uma conscientização geral livre de fake news Vamos lá?

Cachorro pega coronavírus?

A primeira questão importante e que tem levantado dúvidas é se cachorro pega coronavírus, ou não. Isso porque ao observar as proteções das Vacinas V8 e V10 Canina, vemos lá “uma tal de coronavirose” e isso fez muitas pessoas chegarem a 2 conclusões:

  • Cães podem pegar Covid19 e, talvez, transmitir para os humanos, já que tem uma proteção na vacina básica canina.
  • Se há uma vacina para coronavírus para cães e gatos, talvez se nós humanos tomarmos a V8 ou a V10, estaremos imunes.

Porém, são 2 pensamentos sem fundamento se seguir esse exato raciocínio. Então é MUITO IMPORTANTE que a gente entenda isso e NÃO ACREDITE nessas possibilidades! A V8 e V10 tem sim proteção contra coronavirose canina, mas é fundamental que fique claro que a doença canina não tem ABSOLUTAMENTE NADA a ver com a Covid19. São vírus diferentes, que atacam o organismo de forma diferente também, sendo as vias respiratórias e coração humano, enquanto no pet ataca principalmente o intestino. Mas o mais importante é: o fato de serem vírus diferentes faz com que a vacina canina, além de ser um antídoto funcional para o organismo canino e não humano, serve para atacar o vírus que acomete o pet e não o humano.

Então, sim, cachorro pode ter coronavirose e existe vacina para isso, mas a versão canina da doença que não tem nada a ver com a doença humana. Até há um cachorro da raça spitz alemão testou positivo para Covid19, devido a convivência com sua tutora contaminada. Nesse caso teste acusa a presença do vírus no pet por ele atuar como um fômite, um ‘objeto’ capaz de absorver e transportar organismos de um lugar para o outro. Então ele não se contamina, mas recebe o vírus de um espirro próximo a ele, por exemplo, e transporta para outro indivíduo, como veremos no tópico a seguir.

O importante é deixar claro que o cachorro não transmite para o humano, e até o que se sabe nesse momento, esse caso divulgado pode ter sido exposto ao vírus pela própria tutora que também testou positivo, por saliva, espirros e tosses próxima ao animal.

Pets transmitem coronavírus para humanos?

Após esse caso confirmado de Covid19 em cachorro, levantou-se a hipótese da doença ser uma zoonose, ou seja, transmissível para os seres humanos pelos animais. na verdade, já se sabe desde o começo de janeiro/2020 que sim, Coronavírus é uma zoonose e chegou aos humanos por conta da falta de senso e higiene em um grande mercado público na China que vendia diversos tipos de animais vivos, para servir de alimento. Porém, não são animais domésticos e a grande evidência até o momento é que a origem provável do Covid19 vem dos morcegos ou pangolins infectados que passaram para o ser humano. 

Pets como suporte do Vírus

Cães e gatos não pegam o vírus e não propagam, não infectam as pessoas. Porém, é importante que se saiba que um cachorro tem o mesmo papel de um móvel na contaminação humana, por exemplo:

  • Imagine que você está num lugar público qualquer e uma pessoa já infectada espirra e deposita o vírus em um móvel qualquer.
  • 10 minutos depois você chega nesse ambiente, não viu a cena anterior, e apoia a mão nesse móvel que pode ser uma bancada, por exemplo.
  • 5 minutos depois e você leva a mão á boca, coça o nariz ou os olhos.

Nesse cenário você pode estar infectado devido ao espirro próximo desse móvel que serviu de suporte para o vírus sair de um humano para o outro. Agora imagine essa outra situação:

  • Você está em isolamento, mas ao fim da tarde sai com o seu pet para passear.
  • Na pracinha, ele está correndo, brincando, mas alguém o para, faz carinho e essa pessoa está contaminada e tinha acabado de espirrar protegendo a boca com as próprias mãos. 
  • Então sabemos que ela espirrou na mão dela e levou essa mão para o pelo do seu pet. Nesse momento o vírus está depositado no pet, assim como estava na bancada do exemplo anterior.
  • Seu pet não contraiu a doença, mas ele volta para perto de você, que vai abraçá-lo, fazer carinho e depois levar a mão ao rosto. Nesse momento o vírus te contamina, usando o seu cachorro de suporte.

Por isso é importante:

  • Ficar em casa.
  • Higienizar o cachorro nas voltas do passeio.

Humanos infectados podem transmitir para o pet?

Por fim, e a situação inversa: será que nós, humanos, podemos transmitir Covid19 para os nossos pets? Bem, o cão que testou positivo mostra que sim, embora muito pequena, há essa possibilidade!

Por isso é muito importante que casos confirmados e até os suspeitos devem cumprir quarentena, ficar em isolamento inclusive dos pets, tanto pela saúde e prevenção do próprio animal, como para em hipótese nenhuma permitir que esse pet sirva de suporte para a transmissão da doença.

Imunidade animal

Infelizmente não há como criar uma imunidade nem nos humanos e nem nos pets para o coronavírus  intitulado como Covid19 nesse momento, por não haver vacina para a doença. Mas sabemos que se quanto mais saudáveis todos nós estivermos, melhor, pois mesmo que a gente contraia a doença, ele terá reações mais leves no organismo, pois teremos como lutar contra ela. E isso serve para cães, gatos e humanos.

Portanto, a recomendação é: cuide da sua saúde, alimentação e bem-estar. Mas cuide também da saúde, alimentação e imunidade do seu pet e não deixe de oferecer a ele o pó de neem, que vai ajudar nessa imunização, afastando insetos, parasitas e deixando o organismo do pet mais forte para estar firme e saudável ao seu lado nessa quarentena. Juntos e com consciência, vamos superar tudo isso!

tendo dúvidas, não deixe de nos procurar! estamos a disposição para esclarecer, orientar e colaborar com o que for possível!

Cuidem-se!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.