Osso para cachorro

osso para cachorro

Se você tem um amigo de quatro patas, provavelmente já passou pela sua cabeça dar osso para cachorro, certo? Mas se você tem dúvidas se isso é bom ou ruim, saiba que os cães podem sim roer ossos. Isso faz bem para eles e vamos entender melhor sobre os tipos de osso para cachorro.

Osso para cachorro, por que oferecer?

Para os cães roer é um hábito natural e que auxilia a reduzir o estresse e aumenta a qualidade de vida do pet. O osso para cachorro auxilia na limpeza dos dentes, estimula o instinto, distrai o pet, alivia o estresse e melhora a musculatura da mandíbula. Porém, existem tipos de osso para cachorro que são extremamente proibidos e que oferecem grande perigo a saúde do pet. Por isso vamos apresentar os ossos que os cães podem ou não comer e quais cuidados devem ter ao oferecer.

Osso para cachorro, qual oferecer?

O osso para cachorro mais encontrado nos pet shops é o osso de couro, aqueles branquinhos e normalmente com um nós nas pontas. Porém, ele não é o osso ideal para oferecer para seu amigo. Os melhores ossos são os ossos naturais, defumados e ossos crus, que devem passar por um congelamento profilático antes de ser oferecido. É importante conhecer todos os materiais que oferecemos para os nossos pets. Segundo a Dra. Mariana Teixeira “o melhor osso para cachorro é o natural ou cru”. Você deve estar se perguntando o por que? Vamos explicar mais sobre cada tipo de osso.

Osso de couro

Um dos ossos mais encontrados em pet shops e que normalmente os tutores mais oferecem aos pets, pois eles amam. Porém, é necessário tomar muito cuidado! Este osso para cachorro contém uma série de substâncias químicas que são tóxicas como o formaldeído, soda cáustica, arsênico e aditivos sintéticos. Estes servem para derreter e dar a cor ao produto. As substâncias encontradas no osso de couro podem levar o cão a ter um problema estomacal ou até mesmo desenvolver um câncer.

Caso você tenha o costume de oferecer, é ideal ficar atento às fezes do pet para que se notar alguma anormalidade, realize uma consulta com o veterinário.

Osso de galinha

Este tipo de osso é uma das principais dúvidas e conflitos que ocorrem hoje em dia. Você sabia que você pode sim oferecer osso de galinha para seu cachorro? Porém, é PROIBIDO cozinhar, assar, defumar ou fazer com que o osso passe por qualquer processamento. Pois o osso se torna quebradiço e pontiagudo, fazendo com que seu pet possa ter um problema grave gastrointestinal. 

Então, é necessário sempre realizar o seguinte procedimento quando for oferecer osso de galinha para o seu cão:

  • Congelamento profilático por pelo menos 3 dias.
  • Deve oferecer o osso cru, sem que passe por qualquer tipo de processamento. 

Segundo a Dra. Mariana “o cachorro consegue absorver o osso cru de galinha, o grande problema é quando oferecem cozidos ou assados, pois os cães não conseguem absorver. Isso porque o osso fica “borrachudo”, dificultando a absorção das substâncias nele contidas, e ainda causa risco de perfuração estomacal, intestinal ou de esôfago”.

Sendo assim, você pode oferecer ossos de galinha para o seu cachorro. Porém, realize primeiramente o congelamento profilático de 3 dias.

Osso desidratado

É mais conhecido como osso defumado e  muito vendido em pet shops por serem bem parecidos aos naturais. Porém, possuem um aroma mais forte e atrativo aos pets. Devem ser oferecidos sempre com supervisão, pois podem soltar pedaços que o cachorro pode vir a engolir inteiro e causar um corpo estranho, machucando os órgãos internos. Sempre escolha um osso maior que a cabeça do seu pet, para evitar que ele engula inteiro sem mastigar. 

Observe bem quando for comprar o osso defumado, para evitar que este esteja fora da validade.

Osso cru

Sem dúvida é o melhor osso para cachorro, pois é algo natural e que dificilmente seu pet vai passar mal, se for oferecido da forma correta. Os ossos crus precisam passar por um congelamento profilático para eliminar bactérias e outros patógenos que estejam ali presentes. Mas o tempo do congelamento varia de acordo com a espécie que vem o osso:

  • Ossos de frango: 3 dias no congelador
  • Ossos de boi: 3 dias no congelador
  • Ossos de porco: mínimo 9 dias no congelador

Mesmo que o osso venha congelado do açougue, o ideal é deixar por no mínimo o tempo descrito para evitar qualquer contaminação.

Ossos devem sempre ser oferecidos crus, você nunca deve cozinhar ou assar, pois os ossos se tornam pontiagudos e perfurantes, fazendo com que os cães não consigam ingerir.

Os ossos crus são perfeitamente digeridos pelos cães. Mas sempre consulte um médico veterinário para que ele possa lhe informar qual o tipo ideal de osso você deve oferecer ao seu pet. Pois cada pet possui a sua particularidade.

Você conhecia esses tipos de ossos para cachorro e sabia da importância de cada tipo para o seu pet? Se você gostou deste post, compartilhe com seus amigos para que eles também possam conhecer os tipos de osso para cachorro e que ofereçam o melhor para o seu pet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *