Cães Braquicefálicos

cães braquicefálicos

Olá pessoal! Eu sou a Lelê mamãe da Kiwy, uma Shih tzu muito fofa, o instagram dela é @frutinhakiwy para quem quiser dar uma olhada. Nesse post vamos conversar sobre uma característica não só do shih tzu, mas de outras raças como o Pug e o Pequinês: vou te contar tudo sobre os cães braquicefálicos!

O que são cães braquicefálicos

Braquicefálico é uma palavra da união grega “brachys” que significa curta distância. Enquanto o “cefálico” é referente a cabeça. Então, podemos entender que braquiocefálico significa curta distância da cabeça. E quando aplicado ao cachorro, trata-se do focinho curto, próximo a cabeça.

Vários criadores gostavam muito de cruzar cães com o focinho cada vez mais curtos. O objetivo era para que os cães tivessem um maxilar menor. E assim fiquem proporcional ao corpo. Isso causou sérios problemas para as raças, tanto na parte física quanto respiratória. Então surgiram os cães de focinho curto! 

Esses cães precisam de uma série de cuidados. Então, é importante ficar atento, pois os doguinhos não suam pelos poros da pele, como nós. Por isso, as trocas de calor são realizadas pelas patinhas, boca e focinho. Então, no calor, eles não respiram tão bem quanto os outros e podem chegar a ter hipertermia. Por isso, antes de ter um cão braquicefálico é importante saber que eles vão precisar de um lugar fresco e cuidados especiais.  

Síndrome Braquicefálica

Dizemos que os cães de focinho curto tem síndrome braquicefálica. Eles já nascem com isso e afeta as vias respiratórias. Isso porque eles têm o furo do nariz bem menor do que o comum e apresentam o desenvolvimento incompleto da traqueia. Outro problema dos cães braquicefálicos é ter o palato mole prolongado, ou seja, uma estrutura que é a continuidade do palato duro, mais conhecido como céu da boca. Quando é muito longo/prolongado, durante a respiração ele vibra, fazendo um barulho diferente que parece um ronco!.

No entanto, não são todos os cachorros que têm todos os sintomas. Pois o grau vai de acordo com o pet e a raça. Então pode ser que um shih tzu tenha palato mole enquanto o outro não, e este que não terá uma respiração melhor.

Sintomas

  • Dentes fora do lugar
  • Dificuldade para respirar
  • Problema nos olhos
  • Dificuldades para fazer a troca de calor com o ambiente
  • Espirro reverso
  • Engasgo
  • Cansaço mais rápido
  • Desmaios após fazer atividade muito intensa

Raças braquicefálicas

Existem vários graus braquicefálicos e isso certamente depende do cão. Tem algumas raças que podem sofrer mais que as outras. As raças que sofrem da síndrome braquicefálica são:

  • Lhasa apso
  • Shih tzu
  • Pug
  • Buldogue inglês
  • Buldogue francês
  • Boxer
  • Shar-pei
  • Dogue de Bordeaux
  • Pequinês

Depois desses tem outros não tão conhecidos ou misturas com alguma raça braquicefálica que acabam tendo a síndrome também. 

Cuidados com cachorro do focinho achatado

  1. Passeios todos os dias! Eles necessitam ter passeios diários para gastar energia e não obter um sobrepeso. Porém são passeios curtos, nada além de 20 minutos
  2. Escolha um bom horário para passeios com seu pet! Já que falamos sobre passear, também temos que cuidar com a temperatura. Caso na sua cidade esteja muito calor e com pouca umidade, prefira passeios de manhã e no final da tarde ou à noite.
  3. Cuidado com os olhos! Isso porque os olhos dos cães braquicefálicos são sensíveis e muito expostos! A anatomia deles faz que tenham os olhos muito para frente, um pouco esbugalhados. Por isso, todo cuidado para não bateremos olhos em objetos, por exemplo, é pouco!  
  4. Dieta equilibrada! Cães braquicefálicos com sobrepeso tendem a ter mais dificuldades ao respirar. Então cuidado com os agrados e petiscos extras!!
  5. Sensíveis ao calor! Tenha sempre água fresca, um ambiente fresquinho e aconchegante para seu pet não ter mais problemas. Para isso indico tapetes gelados, aqui em casa é sucesso com a Kiwy!
  6. Visitas frequentes ao veterinário de confiança! Sempre fazer de 6 em 6 meses uma consulta de rotina e pedir exames para um check up para ver se a saúde do seu pet está legal!
  7. MUITO amor e carinho! Nossos pets precisam saber que estamos ali para amar e cuidar deles! 

Espero que vocês tenham gostado de saber um pouco mais da síndrome braquicefálica e das raças que sofrem. Também quero lembrar que se você quer ter um cãozinho assim, pense se você vai ter tempo e condições financeiras para cuidar! Eles são puro amor, mas precisam de cuidados especiais do tutor que vai da alimentação e proteção aos momentos de brincadeiras e carinho. Aliás, passa pelo pó de neem, que protege o cão e dá imunidade alta para qualquer problema e aventura que ele precise enfrentar! Para adquirir clique aqui e use o cupom KIWY para 10% de desconto!

E me conta, você conhece alguém que tem um cão braquicefálico?  Se sim, envie agora esse post para ela, tenho certeza de que irá amar!

2 thoughts on “Cães Braquicefálicos

  1. Pingback: Como os cachorros enxergam - Pet Total Neem

  2. Pingback: Gestação de cachorro: o que oferecer para a mãe? - Pet Total Neem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *